Estudantes do CSCM-RJ aprendem sobre empreendedorismo na prática

Publicado em 26.09.2016 - Ensino Médio, Notícias - Sem comentários

Desde o mês de março, 21 estudantes da 1ª e da 2ª série do Ensino Médio (EM) do Colégio Sagrado Coração de Maria do Rio de Janeiro se reúnem, todas as segundas-feiras, na sala de Artes da escola, para participar do projeto de empreendedorismo “Miniempresa”. Trata-se de uma iniciativa da Junior Achievement, instituição que proporciona aos alunos a experiência prática de economia e negócios, na criação, organização e operação de uma empresa.

O programa é desenvolvido no período de 15 semanas, com um encontro de três horas semanais. O projeto conta com o acompanhamento de profissionais voluntários, denominados advisers, das áreas de finanças, produção, marketing e recursos humanos. Os jovens aprendem conceitos de livre iniciativa, comercialização e produção, além dos fundamentos da economia de mercado e da atividade empresarial, através do método Aprender-Fazendo, em que cada um deles se converte em um miniempresário.

Após diversos estudos e levantamentos realizados, como análise de viabilidade, custos do negócio, pesquisa de mercado e captação de recursos, os achievers – estudantes participantes do programa – criaram a miniempresa “Lumus”, que comercializa luminárias de fabricação própria, sustentáveis, exclusivas e inovadoras. O organograma empresarial da Lumus conta com Presidência, Recursos Humanos, Marketing e Vendas, Administrativo-Financeiro e Produção. Para conseguir recursos, o diretor de marketing da Lumus, Cleofas Uchôa, aluno da 1ª série do EM, explica que o grupo captou patrocínios e vendeu cerca de 70 ações da companhia, com o valor de R$ 15,00 cada. Segundo o diretor financeiro, Jorge Antônio, da 2ª série do EM, o valor total de investimento na empresa foi de R$ 1.080,00.

A produção é feita a partir de garrafas de vidro, que foram coletadas pelo próprio grupo. Durante o processo de produção, cada garrafa primeiramente passa pelo procedimento de limpeza e higienização, quando os alunos retiram os rótulos e eliminam os resíduos líquidos. Depois, é inserido o design desejado, momento em que eles fazem a marcação com fita crepe para, em seguida, aplicar a tintura, por meio de pulverizador. Após a secagem, são introduzidas luzes em LED nas garrafas, que são fechadas com rolhas, igualmente solicitadas e recolhidas por eles em restaurantes. Por fim, eles embalam o produto e vendem na própria escola. Há, ao todo, cinco modelos, com valores de R$ 29,99 a R$ 40,00. O produto pode ser também adquirido através da FanPage da marca (https://www.facebook.com/Lumus.store/?fref=ts).

 

Rafael Neves, presidente da Lumus, explicou que um dos diferenciais das luminárias “Lumus” é a produção totalmente sustentável. “Nossas peças são decorativas, funcionais e ecologicamente corretas. Reaproveitamos rolhas e garrafas, as lâmpadas são econômicas e até a tinta que utilizamos é biodegradável. Além de trabalharmos conceitos empresariais, temos como objetivo levar o nosso público a pensar nas consequências sustentáveis antes do ato da compra. É necessário considerar também a qualidade de vida em nosso planeta e das futuras gerações. O consumo consciente nada mais é do que consumir de forma responsável. Descobrimos que essas garrafas eram descartadas inapropriadamente. O vidro pode ser reciclado ou reaproveitado. É necessária maior conscientização por parte da sociedade em relação também ao cuidado com o lixo que produzimos diariamente.”

 

  • Lumus_Luminárias ambientadas_CSCM-RJ_Miniempresa (3)
  • Lumus_Produção_Garrafa Quebrada_CSCM-RJ_Miniempresa (3)
  • Os achievers do CSCM – estudantes participantes do programa Miniempresa (1)
  • Os achievers do CSCM – estudantes participantes do programa Miniempresa (2)
  • Rafael Neves, presidente da Lumus_Lumus_CSCM-RJ_Miniempresa
  • Lumus_Aluno do CSCM-RJ durante produção_Miniempresa (3)
  • Lumus_Alunos do CSCMR duurante encontro com Advisers_Miniempresa (1)
  • Lumus_Alunos do CSCMR duurante encontro com Advisers_Miniempresa (2)